Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Setores > Setor de Bovinocultura de Leite
Início do conteúdo da página

Setor de Bovinocultura de Leite

Publicado: Quarta, 26 de Junho de 2019, 18h57 | Última atualização em Segunda, 25 de Maio de 2020, 16h12

Compete ao setor de Bovinocultura de Leite:

  • Fazer o arraçoamento dos animais na parte da manhã e na parte da tarde, misturando o volumoso (silagem de milho, feno) e ração, distribuindo nos cochos conforme o consumo dos animais;
  • Realizar a limpeza dos cochos, retirando as sobras de alimentos e distribuir aos animais de descarte;
  • Distribuir o sal mineral aos animais em quantidades adequadas à idade e ao número de animais em cada piquete;
  • Lavar semanalmente todos os bebedouros internos e externos;
  • Manter o setor limpo e organizado;
  • Realizar o aleitamento dos bezerros lactentes fornecendo 6 litros de leite por animal por dia dividido em duas mamadas;
  • Ministrar colostro por cinco dias aos bezerros recém-nascidos;
  • Iniciar o fornecimento de ração e volumoso aos bezerros em início de desmame;
  • Lavar e higienizar os utensílios e equipamentos utilizados no aleitamento dos bezerros;
  • Recolher os animais no curral de espera pelo menos meia hora antes de realizar a ordenha;
  • Preparar as soluções pré e pós-dipping;
  • Verificar a disponibilidade de papel-toalha;
  • Fazer a inspeção da ordenhadeira e lavá-la com escovas e buchas em solução clorada e antes de usá-la deixar em funcionamento com água quente;
  • Manter os animais em lotes na sala de espera e colocá-las conforme a bateria na linha da ordenhadeira;
  • Fazer a lavagem da sala de espera, corredores e áreas da ordenhadeira;
  • Manter a sala de leite sempre limpa, organizada e fechada;
  • Lavar o tanque de expansão interna e externamente com água e sabão e passar álcool na parte externa;
  • Pesar o leite de cada vaca a cada 15 dias para fazer o controle leiteiro;
  • Observar o cio de todos os animais e identificá-los na ficha de previsão de cio;
  • Realizar a inseminação artificial de acordo com o protocolo utilizado;
  • Anotar o sêmen empregado, registrar a dose e anotar todos os dados necessários na ficha individual da fêmea;
  • Realizar mensalmente o controle zootécnico anotando os dados em ficha própria;
  • Registrar mensalmente o ganho de peso de todas as bezerras, novilhas e vacas (lactação e secas) empregando a fita de pesagem;
  • Realizar o teste de mastite subclínica;
  • Descartar o leite dos animais medicados conforme o período de carência do medicamento;
  • Manter todas as dependências do setor de leite limpas e organizadas;
  • Fazer o controle de endo e ectoparasitos do rebanho;
  • Emitir a nota de produção do setor,
  • Solicitar medicamentos, ferramentas, insumos, sêmen e manutenção do setor;
  • Zelar pelo bem-estar dos animais.

  • Telefone: (35) 3571-5926
    Horário de atendimento: segunda a quarta 7h às 11h - 12h às 17h - quinta e sexta das 7h às 11h - 12h30min às 17h

  • Coordenador: Técnico Charles Henrique Ribeiro
    E-mail: charles.ribeiro@muz.ifsuldeminas.edu.br

  • Telefone: (35) 3571-5075

  • Trabalhador Rural Bovino De Leite (Terceirizado): Aparecido Ferreira Bastos
    Trabalhador Rural Bovino De Leite (Terceirizado): Fernando Donizetti de Lima
    Trabalhador Rural Canil (Terceirizado): Álvaro José da Silva

registrado em:
Fim do conteúdo da página